Porque você deve criar uma memória para seus filhos

Quantas vezes você se deparou com uma memória que trouxe uma sensação incrível de um momento que ficou guardado e só precisou de um gatilho para disparar sua alegria, saudade ou diversas outras sensações? E quantas vezes você queria ter uma imagem mais real para contemplar e talvez compartilhar com sua familia, amigos ou com você mesmo?

Se eu pudesse voltar atrás pediria para meus pais fotografarem mais. Ainda tenho brinquedos e pequenas lembranças do meu cotidiano, mas do meu dia-a-dia, não tenho. Não que seja ruim ou triste, eram outros tempos. Conseguir uma câmera e estar com ela todo tempo era complicado, não era para todo mundo.

Hoje você pode fotografar com o celular, câmera descartável ou de qualquer jeito. O importante é registrar. Eu defendo muito que você fotografe bastante seus filhos, e se possível com um fotógrafo profissional, claro. Aqui vou tirar um espaço para defender a “classe” (rs): alguns momentos são tão especiais que vejo pouca gente fotografando profissionalmente a apresentação de balé, a competição de natação, futebol, o primeiro dia de aula… E vai além dos filhos, sinto falta de fotos dos meus pais, da emoção deles ao me olhar e me acompanhar, de vê-los chorando quando eu me mexia em alguma apresentação da escola (ou quando eles me colocavam naquelas fantasias horríveis! rs).

Esses momentos (pais e filhos) são mais importante do que imaginamos e são esses que a fotografia vai ajuda a eternizar, ajuda também a você estar presente ao invés de se preocupar com a melhor foto. O valor desse dia registrado e eternizado em uma foto será tão valioso para seu filho quanto é para você, pode ter certeza. Isso sem falar dos netos ou gerações.

Imagine no futuro, quando vocês estiverem juntos em uma tarde de Domingo qualquer, como seria mágico pegar aquele álbum de fotos e contar a sua história daquele dia tão especial para o seu filho ou filha? Como foi o preparo, sua ansiedade, o que você disse… Foram nesses pequenos momentos que a sua memória foi construída. Você, como filho, lembra de ter conversado alguma vez com seus pais sobre esses dias especiais? As memórias desta tarde trarão felicidade, união, compreensão e ficarão eternizadas para sempre, mais do que as fotos, pode ter certeza.

Lu Tranchesi e Antonio montando sua árvore de Natal

Lu Tranchesi e Antonio montando sua árvore de Natal

Lu Tranchesi e Antonio montando sua árvore de Natal

Lu Tranchesi e Antonio montando sua árvore de Natal

Lu Tranchesi e Antonio montando sua árvore de Natal

Reviva emoções e momentos em família: você não adoraria eternizar aquele piquenique no parque, um passeio na sorveteria ou mesmo a primeira vez dos seus filhos na praia? Como será que foi a sua reação quando viu, pela primeira vez, a imensidão do oceano?

Atividades que toda criança pratica: você lembra quais atividades participava logo depois da escola? ou até mesmo na escola? Balé, futebol, arte marcial, artes, circo, teatro… Já mudou de escola e não registrou aquela turma que ele acompanhou por 8 anos? Primeiro dia de aula? 

Nossa, quantos pequenos grandes momentos da vida que a gente guarda na memória mas que seriam ainda mais lindos quando registrados. Sou suspeito para falar, mas essa é minha saudade. Queria saber qual roupa eu usei, qual era a minha expressão e a expressão dos meus pais. Esse suspiro que damos quando uma memória boa vem na nossa cabeça é insubstituível. Alegria, felicidade, amor.

E se você chegou até aqui com tantas lembranças da sua infância, o que acha de fotografar o próximo grande pequeno momento da sua história com os seus filhos? Comece hoje, vamos fotografar.


Using Format