As verdades de quem já casou (e dicas para quem vai)

É unânime. Quem se arrependeu ou quem se impressionou pela qualidade de algum fornecedor vai concordar com o que muitos (sim, quase todos) clientes com os quais convivo relataram para mim. Separei os comentários mais interessantes para você que está planejando um casamento ou qualquer outro evento especial. Seja na sua vida pessoal ou profissional, essas impressões de casais, noivos e clientes servem para a vida, você vai ver.

Os temas são os mais diversos quando se pensa em organizar um grande evento (entenda grande pela importância e até pelo tamanho), porém o que vai importar no final é como você vai vivenciar esse sonho ou ocasião especial e como ele será para seus convidados. Espero que esse artigo leve uma certa reflexão para você.

“Pense na identidade, na essência deste dia”

Esse dia terá uma “cara”, como ele será lembrado por você e pelos convidados. Acima de tudo: ele traduz e materializa o tema. Pense assim: o local, a decoração, o horário, a alimentação, o estilo das fotos e até a orientação de traje dos convidados combinam com o tema? Quer um exemplo: raramente vou num batizado usando roupas escuras. Pode parecer simples mas esses detalhes fazem muita diferença durante o casamento, evento ou ocasião especial. Nem preciso falar das fotos né?

“Profissionais bons e confiáveis não são comparados através do valor da proposta.”

Já aconteceu comigo como cliente e como fornecedor e sei o quanto é chato quando a gente se sente “passado para trás”, onde na verdade o culpado somos nós mesmos. Quer ver por quê? Garanto para você que profissionais bons e confiáveis serão justos no valor do serviço quando consideram a responsabilidade que estão assumindo com você e quando consideram a complexidade para entregar aquilo que você sonha. É diretamente proporcional: se você quer um serviço barato, provavelmente está abrindo mão de uma parte dele que está associada ao valor monetário final, ou seja, algo ele não entregará da mesma forma que o outro fornecedor, que era mais caro. E isso se intensifica quando falamos de qualidade, que muitas vezes não dá nem para comparar. Quando assumimos esse risco com um fornecedor mais barato, não vale reclamar depois, por isso barganhar num evento tão especial pode não valer a pena no final.

“Trabalhei e planejei tanto, agora preciso aproveitar”

Durante o evento lembre-se de olhar à sua volta, admire tudo o que você construiu. Se você já contratou tudo, é hora de aproveitar. Agora se você assumiu uma função não há como desligar. Pense nisso quando planejar seu evento ou seu casamento. Abra mão do controle absoluto, confie nos profissionais que você contratou e deixe que eles façam o melhor.

Essa é para quem vai casar: “First look: imprescindível. Esqueça a ideia de se trocar no mesmo ambiente do noivo.”

Para a fotografia, vejo esse momento como reviver o primeiro dia que os noivos se conheceram, só que eles estão extremamente bem vestidos e lindos e tem alguém fotografando isso tudo. Perfeito para as emoções aflorarem num piscar de olhos. Se é arrepiante para mim, imagine para quem vive isso? Pense que, se o dia do casamento é tão especial, não perca a oportunidade de criar momentos e sentimentos assim na memória deste dia. O noivo e a noiva devem se preparar em ambientes separados e sim, a expectativa de ver como o outro está cria este clima lindo de fotografar.

“Planeje seu dia [ou seu evento] e conte para seus fornecedores.”

A maioria dos eventos que fotografei não tinham um roteiro. Pois é. Sorte a minha que já conheço como cada um funciona. A única coisa que sinto (no caso da fotografia) é que para poder criar personalidade nas imagens, é preciso roteirizar um mínimo do seu passo-a-passo na cabeça e deixar os equipamentos prontos. Só assim buscamos ângulos, técnicas e levamos equipamentos específicos e suficientes para conseguir algo bem distinto e único. Isso funciona com todos os fornecedores, viu? Tire um tempinho, geralmente 30 minutos de conversa no dia anterior já ajudam bastante. Eles irão te agradecer.

“Roteiros: joguei todos fora e criei o meu.”

É isso aí! Quem casou sem protocolos e criou o seu momento foi mais feliz, garanto. Não há nada de errado com casamentos ou eventos clássicos, lembre-se que esse dia tem uma personalidade, qual é a sua? Pense novamente no que você quer transmitir ou resgatar nesse dia, é muito importante que tenha a sua marca e o seu estilo. Vale a pena investir o seu tempo e criar um painel no Pinterest para separar ideias e criar a persona do seu evento, por exemplo.

“A pontualidade ajudou a tudo correr melhor do que eu esperava.”

Uma vez, em um evento que já se atrasava por uma hora, visitei a cozinha em busca de água e me deparei com a seguinte cena: dois cozinheiros e a organizadora do evento preocupadíssimos com os pratos que já estavam prontos há 20 minutos e começavam a esfriar e passar do ponto certo. É verdade, todos (principalmente seus fornecedores) estão lá de olho no relógio, um atraso mínimo pode impactar toda uma experiência para você e para os seus convidados, além disso ser pontual pode mostrar o quanto você se preocupa com quem está lá.

“Faça ser espontâneo. O tempo todo.”

Como? Esqueça quanto você trabalhou e viva o momento. Sou suspeito para falar deste comentário, na minha opinião a espontaneidade revela a personalidade, é leve, é mais verdadeiro e você foge das cenas duras e frias. Quer saber mais uma verdade? Até as fotos posadas precisam acontecer espontaneamente, lembre-se disso. Não sou contra fotos posadas, acho que são até necessárias dependendo apenas da ocasião. Se elas são essenciais para você, é só falar.

“A luz do dia é muito mais linda!”

Precisa dizer mais alguma coisa? Várias vezes fotografei famílias e eventos empresariais durante a noite e já fui chamado novamente para repetí-los durante o dia. Foram nesses eventos que ouvi esse comentário. Claro que casamentos ou eventos durante a noite são incríveis também, a noite tem a sua beleza e seu significado. Aliás, acho isso mais importante do que a escolha da hora: o significado.

“Seja criterioso com a lista de convidados”

Vale para casamentos, eventos e para a vida, não é? É raro eu fotografar um casamento ou um evento lotado de convidados ultimamente (exceto congressos e feiras, claro). Qualidade sempre foi melhor que quantidade, principalmente quando se trata de um casamento. O momento se torna muito mais intimista e verdadeiro, as fotos então…

“Ouça as dicas dos seus fornecedores”

Jogo de luzes, decoração, alimentação mais leve e no horário certo, estender ou antecipar o horário do evento… Tudo é vivência. E se você confia nos profissionais que estão envolvidos é essencial considerar a opinião deles. Claro que existem empresas que aproveitam para explorar ainda mais seus clientes, mas vou partir do princípio que você confia na sua equipe e já passou por essa fase de escolha. Ouça e compartilhe seus anseios. Absolutamente tudo é importante.

“Deixem seus celulares em casa”

Claro que é impossível, eu entendo. Essa também é para quem vai casar: já tive que disputar a cena da entrada dos noivos com um tablet, pois é. E enorme. Em todos os casamentos perco uma centena de fotos porque os celulares aparecem (ou estragam) uma cena de entrada dos noivos, de detalhes da troca de alianças… Na minha opinião as pessoas criaram uma ansiedade absurda de registrar tudo mas esquecem de participar daquele momento. Além disso, eu, fotógrafo, estou lá para registrar tudo para vocês. Esqueçam os celulares um pouco e lembrem seus convidados de fazer isso.

“Cuidado com pacotes de serviços dos fornecedores”

Desde a empresa que oferece para você a foto+video como também realizar a decoração e gerenciar o seu projeto (cerimonialista). Eventos são muito complexos e possuem muitos detalhes que envolvem experiência extrema em cada área. Já fotografei um casamento em que mais de um fornecedor tinha mais de uma atribuição. O resultado foi [quase] catastrófico. Cuidado, aqui o barato sai muito caro.

E a mais bonita de todas as dicas: “Considerem MUITO a opinião e dicas do seu fotógrafo”

Já vivenciei muitos casamentos e eventos, desde familiares até empresariais, por isso considero que meu senso de observação já está bastante apurado. Dá pra perceber de longe se um convidado está se sentindo confortável ou querendo ir embora logo, se é bom você mover aquela mesa daquele lugar para que as pessoas consigam se movimentar ou se o serviço vai ter um gargalo naquele ponto do evento. Sim, fotógrafos observam e vivem de observação. A capacidade de opinar em várias partes do evento deve ser levada em consideração. Importante: a nossa opinião (fotógrafos) não tira ou substitui a importância de um profissional especialista. Queremos que tudo dê mais do que certo, assim como todos os que estão trabalhando pesado, o que importa no final é que seu evento vai ser lindo.

Using Format